Make your own free website on Tripod.com

Resposta aos Mórmons

 

Amigo Mórmon,
Analisei o site oficial da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e pude perceber com base na própria literatura disponível, que infelizmente esta igreja está mais para uma seita herética, do que para uma igreja cristã. Observe os pontos que coloco em destaque abaixo:
1.Exclusivismo Religioso
"Os livros de Doutrina e Convênios faz com que os homens se acheguem ao reino de Cristo, que é a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias, 'a única igreja verdadeira e viva na face da terra." (D&C 1:30)
"E disse-me também: Olha e vê aquela grande e abominável igreja, que é a mãe das abominações e cujo fundamento é o diabo. E disse-me ele: Eis que não há mais do que duas igrejas:uma é a igreja do Cordeiro e a outra a igreja do demônio, e , portanto, quem não pertencer à igreja do Cordeiro de Deus fará parte da grande igreja, que é a mãe das abominações e é a prostituta de toda a terra." (I Nefi 14:9-10)
Comentário:Uma das principais marcas de uma seita é o exclusivismo religioso, o que não é diferente com o Mormonismo, haja visto as declarações acima. Se há apenas duas igrejas - a do Cordeiro, e a do demônio, e somente a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a verdadeira, então todas as outras igrejas não pertencem a Deus, são do demônio. Esse exclusivismo não encontra lugar no evangelho de Cristo. A Bíblia somente afirma a exclusividade de Jesus Cristo(João 14:6; João 10:9; Atos 4:12; I Timóteo 2:5,etc).


2.Revelações além da Bíblia
O Livro de Mórmon é a 'pedra fundamental' de nossa religião e Doutrina e Convênios é a cumeeira, com a continuidade das revelações atuais. O Senhor colocou o seu selo de aprovação tanto na pedra fundamental como na cumeeira." [Conference Report (Relatório da Conferência Geral),abril de 1987, p.105; Ensign, maio de 1987, p. 83.]
"Doutrina e Convênios é o único livro no mundo cujo prefácio foi escrito pelo próprio Senhor. Nesse prefácio, Ele declara ao mundo que Sua voz se dirige a todos os homens (ver v. 2), que a vinda do Senhor está próxima (ver v. 12) e que as verdades encontradas em Doutrina e Convênios serão todas cumpridas (ver vv. 37-38). (A Liahona, janeiro de 1987, p. 80.)
"(D&C 20:9)- Que contém o registro de um povo decaído e a plenitude do evangelho de Jesus Cristo aos gentios e aos judeus também;..."
"(D&C 42:12)- E novamente, os élderes, sacerdotes e mestres desta igreja deverão ensinar os princípios do Meu evangelho que estão na Bíblia e no Livro de Mórmon, nos quais se acha a plenitude do meu evangelho".
Esta lição fala do milagre do Livro de Mórmon e da nossa responsabilidade de "inundar a Terra e a [nossa] própria vida com o Livro de Mórmon". (A Liahona, julho de 1989, p. 3.)
"Se os primeiros membros da Igreja foram repreendidos por dar pouca atenção ao Livro de Mórmon, estaríamos sob menor condenação se fizéssemos o mesmo?" [Conference Report (Relatório da Conferência Geral), outubro de 1986, p. 4; Ensign, novembro de 1986, pp. 4-5.]
"O Senhor não está contente com a nossa falta de atenção para com o Livro de Mórmon, a nova testemunha de Cristo. Precisamos dele em casa, precisamos dele em família. Ele foi escrito para nós, para a época atual. (Church News, novembro de 1986, pp. 9, 10.)
"Existe um poder no livro que começa a fluir para nossa vida no momento em que iniciamos um estudo sério de seu conteúdo. [Vocês descobrirão] maior poder para resistir à tentação. (…) Encontrarão poder para permanecer no caminho reto e estreito. As escrituras são chamadas de 'palavras de vida' (D&C 84:85), [não se pode dizer isso de nenhum livro com mais propriedade do que do Livro de Mórmon.] Quando iniciarem a ter fome e sede dessas palavras, descobrirão vida cada vez mais abundante. (…) [Também terão] maior amor e harmonia no lar, maior respeito entre pais e filhos [e] maior espiritualidade e retidão."
"...não são promessas vãs, mas exatamente o que quis dizer o Profeta Joseph Smith, quando afirmou que o Livro de Mórmon nos [ajudará a achegarmo-nos mais] a Deus". (A Liahona, janeiro de 1987, p. 6.)
"Há muito tempo é chegada a hora de inundar [maciçamente] a Terra com o Livro de Mórmon. (…) Nesta era de meios de comunicação eletrônica e distribuição [em grande escala da palavra impressa], Deus nos responsabilizará se não propagarmos o Livro de Mórmon de forma monumental. Nós temos o Livro de Mórmon, temos os membros, temos os missionários, temos os meios e o mundo tem a necessidade. A hora é agora!" (A Liahona, janeiro de 1989, pp. 3-4.)
"Eu disse aos irmãos da Igreja que o Livro de Mórmon era mais correto do que qualquer outro livro na Terra e que era a pedra de esquina de nossa religião, e que os homens se achegariam mais a Deus vivendo de acordo com os seus preceitos do que de acordo com qualquer outro livro". (History of the Church, 4:461)
"...cremos também ser o Livro de Mórmon a palavra de Deus." (Regras de Fé Mórmon)
Comentário: A Bíblia é o livro incomparável, e único para dirigir o cristão em termos doutrinários. Acreditar que o livro de Mórmon é um outro Evangelho ou Escritura inspirada, é ir contra a advertência bíblica em Apocalipse 22:18-19 e Gálatas 1:8-9. Ter revelações que sejam orais ou escritas, e equipara-las e até mesmo ultrapassa-las a Bíblia, é mais uma marca de seita.


3.Doutrina herética da pré-existência humana

"Ele ensinou as verdades da eternidade, a realidade da nossa existência pré-mortal..."(O Cristo Vivo, o testemunho dos apóstolos)"
"Nosso Pai Celestial gerou todos os espíritos que já existiram ou que ainda existirão sobre esta Terra. [Ver Hebreus 12:9.] Eles nasceram espiritualmente no mundo eterno. Então o Senhor, por intermédio de Seu poder e sabedoria, organizou um tabernáculo mortal para o homem. Fomos criados primeiramente em forma espiritual, depois temporal. (DBY, p. 24)"
Comentário: A criação humana, tanto da alma, do corpo e do espírito tiveram início no sexto dia da criação Divina, conforme o registro de Gênesis 1:26-31. No texto de Jeremias 1:5 a ênfase está na Pessoa de Deus, em Sua presciência, e não na preexistência da alma humana, esta última não encontra nenhum apoio bíblico, portanto deve ser rejeitada.


4.A importância de Joseph Smith
"(D&C 135:3)- Joseph Smith, o Profeta e Vidente do Senhor, com exceção só de Jesus, fez mais pela salvação dos homens neste mundo, do que qualquer outro homem que jamais viveu nele. No curto espaço de vinte anos trouxe à luz o Livro de Mórmon, o qual traduziu pelo dom e poder de Deus, e fez com que fosse publicado em dois continentes; enviou a plenitude do evangelho eterno, nele contido, aos quatro cantos da terra; recebeu e publicou as revelações e mandamentos que compõem este livro de Doutrina e Convênios, e muitos outros sábios documentos e instruções para o benefício dos filhos dos homens; ajuntou muitos milhares de Santos dos Últimos Dias, fundou uma grande cidade, e deixou fama e nome que não podem ser destruídos. Viveu grande e morreu grande aos olhos do Senhor e de seu povo; e como a maior parte dos ungidos do Senhor dos tempos antigos, com o seu próprio sangue selou a sua missão suas obras; assim também o seu irmão Hyrum. Em vida não foram divididos e não foram separados na morte!"
"Sinto o desejo de gritar Aleluia toda vez que penso no privilégio que tive de conhecer Joseph Smith, o Profeta que o Senhor suscitou e ordenou, a quem Ele concedeu as chaves e o poder para construir o reino de Deus na Terra e sustê-lo". (DBY, p. 456)
"Não havia um só homem que pudesse ensinar o arrependimento e o batismo pela remissão dos pecados, com autoridade para ministrar as ordenanças, até que Deus comissionou Joseph Smith e o enviou ao povo com Seus mandamentos. Antes dessa época, pesquisei a doutrina das igrejas e procurei diligentemente descobrir se havia uma religião pura sobre a Terra. Andava em busca de um homem que pudesse dizer-me algo a respeito de Deus, do céu, dos anjos e da vida eterna. Eu acreditava em Deus, o Pai, e em Jesus Cristo, mas não conseguia acreditar que a Igreja de Cristo estivesse sobre a Terra. (DBY, p. 463)
Comentário: Essa excessiva ênfase sobre Joseph Smith está em desacordo com a opinião do apóstolo Paulo em I Coríntios 3:4-7. Além disso muito do que Smith ensinou está em desacordo com a Bíblia Sagrada.


5.Visão antibíblica sobre Deus
"b. O Pai e o Filho existem e são seres distintos, cada qual com um corpo glorificado de carne e ossos.(Manual sobre o livro Doutrinas e Convênios)"
"Deus o Pai, Seu Filho Jesus Cristo e o Espírito Santo constituem a Trindade. O Presidente Brigham Young ensinou os santos dos últimos dias a adorarem a Deus o Pai e dirigirem suas orações a Ele em nome de Jesus Cristo. Ensinou, além disso, que Deus o Pai já foi um homem em outro planeta, tendo passado pelas mesmas provações por que passamos atualmente. Ele teve as mesmas experiências, sofreu e alegrou-se, de modo que conhece tanto quanto nós o que são as aflições, os sofrimentos, a vida e a morte desta mortalidade". (DBY, p. 22)
"Não podemos crer, por um momento sequer, que Deus não possua um corpo, partes, paixões ou atributos. Os atributos podem manifestar- se somente por meio de um personagem organizado. Todos os atributos são inerentes à existência organizada e dela resultam. (DBY, p. 23)"
"Algumas pessoas gostariam de fazer-nos crer que Deus está presente em toda parte. Isso não é verdade. Ele não está presente em todos os lugares, da mesma forma que o Pai e o Filho não são uma só pessoa. (DBY, pp. 23-24)"
"Cremos que o Espírito Santo é um dos personagens que formam (…) a Trindade. Não uma pessoa em três nem três pessoas em uma; mas o Pai, o Filho e o Espírito Santo são um em essência, como o coração de três homens que são unidos em todas as coisas.(DBY, p. 30)"
"Os santos dos últimos dias, que se encontram em todos os vales destas montanhas e por todo o mundo, têm a obrigação moral de aprender o motivo por que foram colocados nesta Terra. Eles estão aqui para crescer,multiplicar-se, expandir-se, coligar a casa de Israel, redimir Sião, construir a Sião de nosso Deus e promover aquela eterna inteligência que habita com os Deuses, começando a plantá-la nesta Terra e fazendo com que crie profundas raízes e produza frutos para a glória de Deus, até que todo princípio ofensivo existente no coração dos homens seja destruído, a Terra retorne a seu estado paradisíaco e o Senhor venha habitar com este povo, caminhe e converse com ele como fez com o Pai Adão. Essa é nossa missão, e não a de permitirmos que todas as nossas energias sejam gastas meramente na preparação para a morte. (DBY, p. 89)
"O Senhor abençoou-nos com a capacidade de desfrutar de uma vida eterna com os Deuses, e esse é considerado o maior dom de Deus. O dom da vida eterna sem uma posteridade, o dom de tornar-nos anjos, é um dos maiores dons que nos pode ser concedido; o Senhor, porém, concedeu- nos o privilégio de tornar-nos pais de vidas. O que é um pai de vidas, conforme mencionado nas escrituras? É um homem que tem uma posteridade que terá continuação eterna. Essa é a bênção que Abraão recebeu e que satisfez plenamente sua alma. Ele recebeu a promessa de que seria pai de vidas. (DBY, p. 97)"
"Deus, o Pai Eterno, a quem designamos pelo nome e título exaltado "Eloim", é literalmente o Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e dos espíritos da raça humana. Eloim é o Pai em todo sentido em que Jesus Cristo é da mesma forma designado, e é distintivamente o Pai de nosso espírito.("The Father and the Son:A Doctrinal)
"Dentre os filhos espirituais de Eloim, o primogênito foi e é Jeová, ou Jesus Cristo, de quem somos todos irmãos mais novos.(Gospel Doctrine,p.70.)"
"Afirmo-lhes que Eles não são a mesma pessoa, mas são duas pessoas, dois corpos, separados e distintos, da mesma forma que qualquer pai e filho.(Gospel Doctrine,p.68.)
"O Pai de nosso espírito é um ser eterno com um corpo de carne e ossos.Deus tem um tabernáculo de carne e ossos. Ele é um ser organizado assim como nós, que hoje estamos na carne. (…) Somos filhos de Deus. Ele é um ser eterno, sem princípio de dias nem fim de anos. Ele sempre foi, Ele é, e sempre será.( Gospel Doctrine,p.64.)
"É contrário à razão, uma incoerência física e teológica, imaginar que mesmo Deus, o Pai Eterno, possa estar como indivíduo em dois lugares ao mesmo tempo. Isso é impossível." (Ensinos de Joseph Smith)
"Aqueles que nasceram de Deus por meio da obediência ao evangelho podem por meio da devoção à retidão alcançarem exaltação e até a condição de Deus. [Ver D&C 76:58; 132:17, 20, 37.] (…)"(Ensinos de Joseph Smith)

Comentário:Esta doutrina sobre Deus está muito longe do que a Bíblia apresenta sobre a Divindade. Deus é um só ser com três personalidades distintas, porém não separadas (Deuteronômio 6:4; Gênesis 1:26; Mateus 28:19 e II Coríntios 13:13) Deus o Pai é Espírito (João 4:24), e o Filho assumiu a carne humana há mais do dois mil anos atrás (João 1:1,14). Deus é Onipresente, isso quer dizer que toda a Trindade está em todo lugar ao mesmo tempo (II Crônicas 6:18; Salmo 139:7-12; Provérbios 15:3; Atos 17:25-29,etc). Crer em mais de um Deus é politeísmo (Êxodo 20:3; I Timóteo 2:5; Deuteronômio 6:4,etc.) O Nome Elohim e Jeová se referem a toda a Trindade. (Gênesis 1:1,26; Êxodo 3:14; Isaías 6:1,8;etc.)


6.Salvação pelas obras
"Terceiro, batismo pela água e pelo Espírito, ordenanças imprescindíveis para podermos ver o reino de Deus e entrar nele, conforme o Mestre explicou a Nicodemos. (Ver João 3:4-5.) (Ensinamentos de Harold B.Lee)"
"Nada que seja imundo pode entrar em seu reino; portanto, nada entra em seu descanso, a não ser aqueles que tenham lavado suas vestes em meu sangue, por causa de sua fé e do arrependimento de todos os seus pecados e de sua fidelidade até o fim.Ora, este é o mandamento: Arrependei-vos todos vós, confins da Terra; vinde a mim e sede batizados em meu nome, a fim de que sejais santificados, recebendo o Espírito Santo, para comparecerdes sem mancha perante mim no último dia. Em verdade, em verdade vos digo que este é o meu evangelho. (…)" (3 Néfi 27:19-21)
"Muitas revelações dadas na atual dispensação declaram que por meio da obediência ao evangelho os homens podem tornar-se filhos de Deus, tanto filhos de Jesus Cristo e, por meio Dele, quanto filhos de Seu Pai. [Ver D&C 11:28-30; 34:1-3; 35:1-2; 39:1-4; 45:7-8.] (…) "
"...é coerentemente adequado chamar Jesus Cristo de Pai dos justos, tendo eles se tornado Seus filhos e Ele seu Pai por meio do segundo nascimento: a regeneração do batismo.("The Father and the Son", pp. 936-939.)"
"Sem o arrependimento, o batismo e o recebimento do Espírito Santo, que constitui o novo nascimento, não somos da família de Cristo, mas, sim, estrangeiros, afastados de Deus e de Suas leis, e nesse estado decaído permaneceremos,seja no corpo ou no espírito, por esta vida e por toda a eternidade, a menos que obedeçamos ao plano elaborado nos céus para a redenção e salvação da família humana.(Gospel Doctrine, pp. 90-91.)"
"Sei que só posso alcançar [salvação] pela obediência às leis de Deus, guardando os mandamentos, realizando obras de retidão, seguindo os passos de nosso líder, Jesus, o Exemplo e o Líder de todos. Ele é o Caminho da vida, Ele é a Luz do Mundo, Ele é a Porta pela qual precisamos entrar, a fim de termos um lugar com Ele no reino celestial de Deus.(Gospel Doctrine,p.262.)"
"3.Cremos que por meio do sacrifício expiatório de Cristo, toda a humanidade pode ser salva pela obediência às leis e ordenanças do Evangelho."(Regras de Fé Mórmon)
Comentário: Por fim, queremos finalizar dizendo que uma das principais mensagens da Bíblia é a salvação unicamente pela fé, sem o consórcio das obras (Habacuque 2:4; Romanos 1:17; Efésios 2:8-9; Tito 3:5;etc.) O texto de Tiago 2 2:14-26 não trata da redenção eterna do crente, mas do comportamento cristão.
Um forte abraço!

x fechar