Make your own free website on Tripod.com

A PECULIARIDADE DO PREDESTINISMO DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL


Predestinar é 'destinar de antemão', essa palavra é encontrada na Bíblia, em quatro versos do Novo Testamento: Romanos 8:29 e 30, e Efésios 1:5,11. É deixado claro com uma leitura atenta dos trechos citados, principalmente os de Efésios ("por Jesus Cristo", "Nele"), que existe uma base para a predestinação - Jesus Cristo. Tanto é, que dessa maneira a predestinação é estabelecida sem contudo anular a responsabilidade humana(livre-arbítrio), tão delineada nas páginas da Bíblia(Gênesis 2:16-17; Deuteronômio 30:20; Josué 24:15; I Reis 18:21; Jeremias 36:3, 44:2-5; Ezequiel 3:9, 9:4, 14:23, 15:8, 18:23,32, 36:19, 39:23-24; João 3:14-18; Atos 17:30-31; Romanos 10:11-13; Tito 2:11;II Pedro 3:9; Apocalipse 22:17;etc.). Então temos que "os que Deus dantes conheceu"(segundo Sua presciência ou conhecimento antecipado), e com vistas a fé ou incredulidade destes para com Cristo, processou-se a predestinação(I Pedro 1:2). Em outras palavras, Deus previu quem aceitaria a Cristo, e quem não O aceitaria. Cada indivíduo recebeu o poder de escolher ou rejeitar a Cristo. Aqueles que, na previsão de Deus, escolheriam a Cristo como Salvador foram predestinados para a salvação. A graça e a justiça de Deus são concedidas aos que crêem, e vedadas aos que não querem crer.Desta forma tanto a soberania de Deus é proclamada, como a responsabilidade humana é preservada, não ferindo os textos bíblicos. Deus em Sua soberania, e nessa, condescendeu-se em dar ao homem a liberdade de se posicionar em Cristo, e ser salvo, ou, continuar em Adão, e ser condenado. Quando tomamos a doutrina da predestinação e extrapolamos os limites bíblicos negando a responsabilidade humana, caímos no mesmo erro dos esotéricos que acreditam no 'destino', ou dos mulçumanos e alguns filósofos, que admitem o 'fatalismo'. Estes além de anularem o livre arbítrio, tornam Deus o responsável pelo pecado da humanidade, tornando-O assim um ser monstruoso, e blasfemando contra Seu santo nome. Certa feita, dois hereges fatalistas quiseram colocar um cristão num beco sem saída quanto à origem do pecado e a predestinação fatalística, ao que o cristão respondeu: "Quando o primeiro pecado foi cometido, Adão culpou a mulher, e a mulher lançou a culpa sobre a serpente. A serpente, que era muito jovem e " esperta", não respondeu. Porém, agora que é velha e competente, veio aqui, e diz que Deus mesmo o tem cometido!"
Tendo dado essa pequena introdução, passamos agora a verificar qual o conceito doutrinário da Congregação Cristã no Brasil(CCB) sobre esse importante tema. É verdade que o fundador da CCB, Louis Francescon pertenceu a Igreja Presbiteriana, denominação essa que dá muita ênfase ao ensino da predestinação calvinista, mas o que foi propagado por ele, e é crido por seus vários adeptos é bem diferente da doutrina bíblica. O ensino predestinista encontrado na CCB é de índole exclusivista, chegando a ser idolátrico, sendo estranho tanto a mensagem bíblica, como por sua vez ao que é crido nas denominações evangélicas.
Uma estranha profecia
Em seu relato sobre a origem da CCB, Francescon declara enfaticamente: "Em princípios de Dezembro o Senhor falou pela minha boca, dizendo: "Eu, o Senhor, permaneci no meio de vós e se Me obedecerdes e fordes humildes eu mandarei convosco todos os que devem ser salvos. Vos terei unidos por um pouco de tempo a fim de vos preparar, para depois mandar alguns de vós em outros lugares para recolher outras minhas ovelhas. Este é o sinal que vos dou para confirmar que vosso Deus é quem vos falou. Este local será pequeno para conter as pessoas que chamarei".(Histórico da Obra de Deus revelada pelo Espírito Santo no século atual, páginas 15 e 16)
Essa profecia é passível de questionamentos porque torna a CCB como um veículo de salvação, contrariando a própria Palavra de Deus. O fanatismo, ou melhor, a idolatria encima da CCB é tão grande nesse ponto, que seus adeptos chegam a denominar seu movimento de "Caminho do Céu" ou "Caminho da Vida Eterna",usurpando o lugar que pertence exclusivamente a Jesus Cristo!(João 14:6)
"Este é o Caminho do Céu aprovado do Eterno Senhor. Amém".(Histórico da Obra de Deus revelada pelo Espírito Santo no século atual, página 30)
A Bíblia só afirma a exclusividade de Jesus Cristo (João 14:6; Atos 4:12; I Timóteo 2:5; João 10:7; II Coríntios 13:5;etc.).
A Igreja de Deus não está limitada a nenhuma denominação, mas é a composição de todos os salvos, desde o dia de Pentecostes até a consumação dos séculos (Mateus 16:18; 18:20; Marcos 9:38-41; Romanos 15:7; I Coríntios 1:2;etc.).
O culto de idolatria de acordo com a Bíblia, é culto aos demônios (I Coríntios 10:19-21; Levítico 17:7; Deuteronômio 32:17; Apocalipse 9:20; I João 521)

Mas porque a doutrina da predestinação da CCB está tão longe daquilo que a Bíblia apresenta, usurpando o lugar de Cristo, no qual somos predestinados? Isso acontece por causa do seu ensino restauracionista.

O Restauracionismo da Congregação
Acredita a irmandade que em 1910, Deus utilizou-se de um precursor para restaurar a "verdadeira Graça de Deus" que havia se perdido no meio das doutrinas falsas das denominações evangélicas. O genuíno cristianismo apostólico com a verdadeira doutrina dos apóstolos que haviam se perdido, estavam então plenamente recuperados em 1910 na CCB.
Quando Francescon chegou em Santo Antonio da Platina em 20 de abril, a esposa de um amigo(Vicenzo Pievani) declarou-lhe: "Eis o homem que Eu vos enviei".(note-se que eu não era lá esperado). Assim, fui recebido em sua casa e poucos dias depois, o Senhor comprazeu-se abrir seus corações e de mais nove pessoas. Foram batizados na água 11 pessoas e confirmadas com sinais do Altíssimo. Estas foram as primícias da grande Obra de Deus naquele país."(Histórico da Obra de Deus revelada no século atual, página 23)
Todos sabem que a palavra "primícias" significa os primeiros frutos, e que também antes de 1910 já haviam evangélicos no Brasil. Alias, a Igreja do Senhor nunca morreu, nunca desapareceu da face da terra, para que houvesse a necessidade de algum restaurador. A doutrina crida pela irmandade é totalmente ofensiva a Jesus. A irmandade só tem uma escolha, ou fica com Jesus ou com Louis Francescon, não há meio termo! O Senhor deixou claro que:
" "Também eu te digo que tú es Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela."Mateus 16:18 - Se a Igreja se perdeu e precisou que Louis Francescon a restaurasse, então o inferno havia prevalecido, e Jesus havia mentido aos seus discípulos.
" "E eis que estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos."Mateus 28:20 - Se houvesse um tempo em que a Igreja houvesse desaparecido da face da terra, essa declaração de Jesus seria mentirosa, porque então não haveria discípulos com os quais Ele estaria todos os dias até a consumação dos séculos.
" "E ele respondeu: O que semeia a boa semente é o Filho do Homem; o campo é o mundo; a boa semente são os filhos dos reino; o joio são os filhos do maligno; o inimigo que o semeou é o diabo; a ceifa é a consumação do século, e os ceifeiros são anjos. Pois assim como o joio é colhido e lançado ao fogo, assim será na consumação do século. Mandará o Filho do homem os seus anjos que ajuntarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniqüidade, e os lançarão na fornalha acesa;ali haverá choro e ranger de dentes." Mateus 13:37-42 - A explicação dessa parábola é clara em nos ensinar que o 'joio e o trigo' cresceriam juntos até a consumação do século, quando então seriam separados. Se porventura, a Igreja se perdeu, então havia só o joio, e sendo assim esse ensino de Cristo é falso.
" "O reino dos céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. E quando já está cheia, os pescadores arrastam-na para a praia e assentados, escolhem os bons para os cestos,e os ruins deitam fora. Assim será na consumação do século: Sairão os anjos e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes. Mateus 13:47-50 - Mais uma vez Jesus se contrapõe ao ensino propagado pela CCB, quando afirma em sua explicação que os 'maus e os bons' só seriam separados na consumação do século, o que indica que a rede preservaria as duas categorias até lá.
Temos então visto que a predestinação crida pela CCB não é a mesma das denominações evangélicas, porque vinculam o estar predestinado a pertencer a seita. Esse ensino além de antibíblico é perigoso porque leva a irmandade ao fanatismo, e a devoção excessiva, que por sua vez é idolatria. Além disso, temos um outro diferencial entre a predestinação bíblica e a ensinada pela CCB, enquanto que na Bíblia os que estão em Cristo estão predestinados e salvos plenamente (Romanos 8:30; Hebreus 10:14; João 10:26-30), os que estão predestinados a pertencer a CCB não têm garantia automática para o céu, porque estes ainda precisam adicionar suas obras a fé para um dia poderem chegar lá. Então observamos uma insegura salvação, e isso acontece porque colocam sua esperança em uma religião, e não tão somente no Senhor(João 4:13-14).


A Incerteza da Salvação na Congregação
Enquanto que na Bíblia, vemos que a predestinação está ligada a união com Cristo, e Nele estamos salvos tendo a convicção da vida eterna dada pelo Espírito Santo. Isso não é o que acontece na CCB, porque ensinam que todo aquele que tiver de ser salvo virá para CCB, mas nem todo aquele que está na CCB será salvo. Acreditam ainda que ninguém pode ter a certeza da vida eterna, e que somente sendo fieis aos mandamentos de Deus [estão indiscutivelmente incluídos ai o véu(ou melhor - uma touca) e o ósculo santo(ou melhor - um beijo ritualístico)] é que poderão receber a vida eterna. De acordo com a Bíblia o cristão genuíno tem a convicção da vida eterna, não com base em seus méritos, mas nos méritos todo- suficientes de Jesus Cristo(João 3:36, 20:31; Romanos 8:1,9 e16; I Coríntios 1:18; Filipenses 1:21-23; II Timóteo 1:9;I João 5:9-13;etc.). A idéia propagada pela CCB é a "dos chamados e dos escolhidos" deturpada do texto de Mateus 22:14. Então os chamados irresistivelmente estarão na CCB, enquanto que somente os escolhidos dentre estes serão realmente salvos no julgamento final. Os "escolhidos" nessa visão estranha são a classe de pessoas que permaneceram fiéis aos mandamentos de Deus, e perseveraram na sua graça(a CCB!). Lendo todo o texto de Mateus 22:1-14, a mensagem que Jesus transmitiu é totalmente diferente daquela na qual a irmandade acredita. Jesus ensinou que a diferença entre os chamados e os escolhidos estavam nas 'vestes', ou melhor, na 'veste nupcial', que é uma figura da justiça imputada de Cristo, e recebida unicamente pela fé Nele(Mateus 22:11-12;Isaías 61:10; Romanos 5:1). Enquanto os escolhidos estavam 'vestidos', os apenas chamados não! E estar entre os escolhidos é uma questão apenas de receber a Jesus Cristo, porque só por esse meio a justiça indicada pela veste é possível (Romanos 1:17, 3:22, 9:30-33,etc.). Caem em um profundo engano os adeptos da CCB que acreditam que poderão ser escolhidos com base nas obras!


Um texto predileto
João 10:12 e 16 é o texto preferido para os adeptos da CCB darem consistência a suas teorias distorcidas sobre a predestinação. Quando observam que algum evangélico simpatizam com eles e desconhecem sua face de seita, aplicam esse texto para o proselitismo. A idéia é a seguinte: 'Deus restaurou Sua verdadeira Graça através de Louis Francescon, essa Verdadeira Graça é a CCB, a CCB compõe o único rebanho de Deus cujo único pastor é Jesus Cristo,os pastores evangélicos são os mercenários do texto, e todos os que forem salvos virão mais cedo ou mais tarde para a CCB, esse é o sinal dos predestinados.'
Mas será que estão corretos os adeptos da CCB na interpretação que dão ao texto? Uma leitura atenta não deixa margem para dúvidas de que a conclusão tirada pela CCB além de ser desonesta ao contexto, é tendenciosa. Observe que no capítulo anterior (Cap.9) Jesus entra em uma discussão com os fariseus, e dando prosseguimento afirma no início do texto "na verdade, na verdade vos digo..."(verso 1)dando assim as explicações que encontramos na seqüência. Jesus é apresentado como a 'porta', a 'pastagem(o alimento)' e o 'bom pastor'(João 10:9,11). Os fariseus por sua vez,eram representados pelos 'mercenários, ladrões e salteadores'(João 10:1,8,12-13). Isso acontecia porque eles não queriam entrar pela porta, e não tinham cuidado das ovelhas(João 10:1,13). Os fariseus rejeitavam abertamente a Cristo, fincavam estacas em suas tradições, enquanto rejeitavam as boas novas de Deus. Todo líder religioso que tira a atenção exclusiva que só Cristo merece na salvação da humanidade é ladrão, salteador e mercenário, e o "ministério espiritual" da CCB está incluído nesse grupo por propagar um falso evangelho. Com o descuido das ovelhas, o lobo pode danificar o rebanho com muita facilidade. O lobo representa Satanás, e esses que não dão a devida atenção a Jesus, são presas fáceis do adversário, que promove o engano religioso, a fim de levar a destruição. A preocupação de Jesus no texto não era a de apresentar a exclusividade de um grupo religioso qualquer, mas a Sua exclusividade. Tanto é que o próprio João havia reclamado ao Senhor que tinha visto um grupo que não os seguia e, contudo usava o nome de Jesus, ao que o Senhor lhe ensinou que não devia proibi-los porque "quem não é contra nós é por nós"(Marcos 9:38-41; Lucas 9:49-50). Além disso, em João 4 Jesus havia ensinado que a adoração não estava restrita a um local, fazendo eco as palavras de Paulo aos Coríntios 1:2 - "com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Senhor deles e nosso." Com base nisso o que Jesus queria dizer com "um só rebanho e um só pastor"? Ele estava claramente mostrando a futura união entre judeus e gentios em um só Corpo, sob o encabeçamento Dele, o Sumo Pastor(I Pedro 5:4;Efésios 4:11; Jeremias 23:4),assim como Paulo mais tarde discursou sobre o tema aos Efésios 2:11-22:
"Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios na carne e chamados incircuncisão pelos que, na carne, se chama circuncisão feita pela mão dos homens, que naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas, agora, em Cristo Jesus, vós que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e derribando a parede de separação que estava no meio, nas sua carne, desfaz a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela a inimizade. E, vindo, ele vos evangelizou a paz, a vós que estáveis longe e aos que estavam perto; porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Assim que já não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito."
O entendimento da irmandade está longe da verdade, Jesus não precisou esperar até 1910 para cumprir as Palavras ditas em João 10. Além disso, é muita pretensão admitir que essa palavra se aplica a CCB, quando esta é irrelevante e atrofiada no exterior. Será que o rebanho de Deus inclui apenas uma minoria no Brasil e alguns "gatos pingados" no exterior?! Como fica a grande multidão, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos?(Apocalipse 7:9)


O Pecado dos fariseus
"Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que fechais os homens o Reino dos céus; e nem vós entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando." Mateus 23:13
É incrível como a CCB consegue se assemelhar na distorção sobre a predestinação com os fariseus, incorrem no mesmo pecado de restringir a salvação aos que pertencem ao seu circulo, no qual todos os predestinados deverão estar mais cedo ou mais tarde ("fechais os homens o Reino dos céus"), e ao mesmo tempo nem eles entram por causa da insegurança da salvação devida a base errada("e nem vós entrais"), e querem atrapalhar(oposição) os evangélicos que estão entrando("nem deixais entrar aos que estão entrando"). Sobre a questão da oposição - " já percebeu leitor evangélico, qual a atitude de um adepto da CCB, quando sabe que um evangélico está envolvido no evangelismo dos pecadores?"


Conclusão
Com a intenção de desencaminhar um evangélico para a CCB, alguns da irmandade chegam a usar de subterfúgios como jogos de palavras. Evangélico que estuda e conhece a Bíblia não vai cair na idéia predestinista que a CCB tem, mas para manter pelo menos uma imagem menos sectarista para atrair este, usa-se o seguinte argumento: "Nem todos os que estão na CCB serão salvos, placas não salvam, mas todo aquele que quiser obedecer fielmente a Deus, mais cedo ou mais tarde fará parte da CCB." Percebe a falsidade do argumento, leitor? Tem-se então a impressão que a CCB não prega um exclusivismo religioso, mas na verdade não é isso que acontece. Na mente do adepto da CCB somente através da "obediência fiel aos mandamentos de Deus" é que alguém pode vir a ser salvo, e isso só é possível no ver deles na CCB, então em outras palavras, a 'salvação só pode ser possível na CCB'. É como aquela anedota: "Eu não acredito em extra-terrestres, mas que eles existem, isso eu sei! Outra frase que os adeptos da CCB se utilizam para se camuflar diante dos evangélicos é a seguinte: "Jesus é o único Salvador". Isso soa muito bonito nos ouvidos dos evangélicos, que logicamente crêem nessa verdade, porém o verdadeiro sentido da frase na mente da irmandade é a seguinte: "Jesus é o único Salvador dos que pertencem a CCB". Para eles, o único rebanho de Jesus é a CCB. Tomemos cuidado com o exclusivismo disfarçado da CCB, e tenhamos em mente a advertência do apóstolo Paulo em II Coríntios 11:13-15 - "Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfiguram-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras."
Para terminar deixo sintetizado, a idéia predestinista da CCB, através da correspondência de um ilustre representante da mesma ao nosso site:


"Para nós, todos evangélicos são
seitários, independente de denominação, seita é uma só,
sempre mentirosa, enganando os tolos para tomar os seus
parcos ganhos sob um falso propósito bíblico totalmente
abolido...nós somos servos
de Deus e consideramos todos vocês como cegos e
tendentes ao fracasso espiritual se não forem chamados
por Deus, portanto não fazemos parte de nenhum movimento
´cristão`, não somos parte das tentativas humanas de
enganarem ao próximo com falácias e interpretações
humanas da Palavra de Deus, somos parte da vontade de
Deus na terra...Somos cristãos sim, não por
denominação humana, mas por misericórdia de Deus....Deus revelou o verdadeiro caminho ao
irmão Francescon, tirando-o das falsas doutrinas e
fazendo-o precursor da renovação da misericórdia de Deus
na vida humana."









x fechar